Month: Novembro 2014

S. João do Deserto

Ontem sai de casa direcção Ansião, de bike! A ideia era ir fazer um percurso via GPS que um colega de lá me passou, já à muito que não ia ao S.João do Deserto em Penela e apetecia-me lá voltar, o track cruzava por lá. Cheguei a Ansião já bem quentinho 🙂 a partir daqui começavam as novidades e a incerteza sobre o que o trajecto me reservava. O percurso inicial foi meio complicado, muita subida acumulada sem tempo para rolar, vi-me literalmente à rasca para chegar ao topo dos montes que me iriam fazer chegar ao objectivo principal do dia. Finalmente lá cheguei a S.João do Deserto que é sem dúvida um sítio onde perdes o fôlego, muito bom mesmo.

A partir daqui tinha ainda muito klm a percorrer, direcção à Lousã, andei praticamente sempre em sítios onde nunca tinha passado, até deu para correr ao lado de veados em liberdade 😉 Foi um dia muito comprido mas que tenciono repetir a seu tempo!

Agradeço ao Tiago Lopes pelo belo track que me arranjou, valeu a pena e as galinhas!

Olho do Tordo

Este Sábado como de costume foi tarde de BTT com os BTTralhos, saímos por volta das 14:30 como de costume e fomos até à nascente do rio Tordo. Como sempre demorei a meter os reactores com gás, mas passado a primeira hora comecei a sentir-me bastante melhor. A volta contabilizou uns 55Klms, estou a começar a ganhar forma de novo, senti-me bastante menos empenado e a conseguir por várias vezes juntar-me ao grupo da frente.

Hoje, Domingo, optei por uma volta bastante mais suave pela Sicó, tudo nas calmas, sem stress e deu para encontrar alguns amigos pela serra fora, conhecer uns novos trilhos que andam a abrir e trocar impressões.

1515481_1707926739433156_1621556304_n

10808607_341889989305043_1062582697_n

BTT Solidário Redinha – André Oliveira

No passado Domingo desloquei-me bem cedo para a Redinha, estava inscrito num Raid em que as receitas iriam ser a favor de um rapaz de lá, o André Oliveira. O dia estava bom, céu azul contrariando todas as expectativas de chuva.

A prova em si iria ter um percurso de 45Klm com cerca de 1400m de acumulado. O percurso ao início foi bastante rolante nos primeiros Klm’s, mas cedo se começou a tornar bastante duro, já estava alertado para a dificuldade do traçado, mas não me passava que iria ser tão durinho. Ao Klm 24, no reforço, já estava bastante “satisfeito”, enormes subidas e muita pedra a passar. A segunda metade do percurso após o reforço manteve a forma inicial, com subidas loucas e super desgastantes, pedra, pedra e mais pedra. Por volta do Klm 30 tive de aliviar um pouco o andamento pois começaram a surgir cãibras! Com maior ou menor dificuldade lá consegui terminar, surpreendentemente para mim na 20ª posição. Estou convencido que terão havido várias desistências.

No geral senti-me bastante bem e com o sentimento de dever cumprido, o objectivo aqui seria terminar e não propriamente uma posição mais acima na tabela, ainda é cedo para ter ideias…

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén