Sábado não tive muita disponibilidade para pedalar, de tarde lá consegui arranjar duas “horitas” e decidi aproveitar. Saí de casa meio sem destino e com o tempo contado, fui pedalando lentamente até que me lembrei de dar um salto até à Serra do Branco, na zona da Memória e Portela da Memória, já não ia para lá faz anos e achei boa ideia reviver um pouco do passado e ver em que estado se encontravam alguns dos caminhos que antigamente fazia por lá mais regularmente.

A Serra do Branco é pequena, não tem muita pedra mas tem bastante barro, é também uma zona de constante sobe e desce, é difícil ver os quilómetros a passar, subidas a passar vês muitas 🙂

Derivado da chuva dos últimos tempos não foi surpresa encontrar aquele “barrinho” todo a agarrar-se aos pneus, estava tudo muito enlameado, a serra contínua igual a si mesma, difícil, nem sempre se anda com um sorriso de orelha a orelha e daí ser uma zona pouco apetecível para o pessoal do BTT. Ao iniciar-me nesta “onda” do btt à alguns anos atrás era frequente vir até aqui, normalmente com mais pessoal, mas muitas vezes sozinho, soube bem voltar passado estes 3/4 anos e ver “in-loco” de novo esta zona/serrinha!

Fotos:

Strava: