Tag: alvaiázere

Passeios Pedestres Alvaiázere 2016

O município de Alvaiázere está a promover vários passeios pedestres naquele concelho. Não poderia deixar de promover também por aqui dado que me parece haver excelentes condições para esta prática naquela região, região esta que está um pouco esquecida e que desta forma se pretende dar a conhecer melhor, excelente!

passeio pedestre alvaiázere

Podem obter mais informações ou inscrever-se através do site do Município de Alvaiázere

Agroal a Alvaiázere

Finalmente tive oportunidade de dar a minha voltinha vadia na “cigana”, a minha bike de BTT continua no estaleiro, melhor a roda traseira, daí a opção hoje era estrada, ainda bem!

Saí bem cedo de Vermoil, a ideia era ir ao Agroal e depois logo se veria, com as últimas chuvadas queria ver como estava a brotar esta nascente do Rio Nabão. O ritmo esse foi sempre calmo, normalmente acompanhado rola-se mais rápido, sozinho tens todo o tempo do mundo.

Chegado ao Agroal não fiquei impressionado com o caudal, pensei que tivesse muito mais água a sair, a água essa era límpida como hábito, mesmo a apetecer um mergulho, mas se de Verão é gelo, imagino agora. Foi tempo para umas fotos e seguir viagem.

A placa um pouco atrás (antes de chegar ao Agroal) a indicar “Ferreira do Zêzere” ficou-me a morder, desta forma retornei por onde tinha vindo e passados 2/3 quilómetros fiz-me a Ferreira do Zêzere, ou melhor a caminho de, não tinha em mente ir até lá. A subida logo após este cruzamento até encontrar a primeira povoação é longa, felizmente não muito íngreme, nesta zona e logo na primeira povoação tive oportunidade de tirar fotos a 2 capelas minúsculas, muito engraçadas, Portugal esconde verdadeiros monumentos um pouco por todo lado, vi de tudo, até uma brutal casa antiga tipo “senhorial” com torre e tudo, obviamente um pouco em estado mau, como grande parte destes edifícios que julgo são de grande interesse.

Quando dei por mim não fazia ideia onde estava, só sabia que estava, ali, foi então que me indicaram o caminho para a nacional 110, esta estrada liga Coimbra a Tomar julgo, a partir daqui e após percorrer poucos quilómetros nesta fiz-me em direcção a Alvaiázere, queria subir a serra pelo lado oposto que geralmente subo, faltava-me essa cereja!

Cheguei a Alvaiázere já bem empenado, mas faltava-me chegar a Vermoil, já tinha uns bons quilómetros nas pernas, a subida para sair desta vila em direcção a Ansião pela N348 foi penosa, sinceramente não sei que lado prefiro, após este mimo foi rolar em direcção a Abíul, onde apanhei um furo na roda traseira, resolvido o problema segui viagem para casa.

Foi uma boa manhã de estrada, já tinha saudades de sair por aí “alones” e sem “stresses”. Venha a próxima!

Fotos:

Strava:

BTT Alvaiázere

Na minha visita na semana passada à nascente do rio Tordo ficou um “amargo” de boca por não me esticar mais para “dentro” da zona de Alvaiázere. Ficou decidido que hoje iria voltar a passear por algumas das belas localidades serranas deste concelho que muito tem para oferecer, sério!

Como tal arranquei bem cedo de casa, por volta das 8:00, o tempo apesar de Inverno estava ameno. Foi com um enorme agrado que voltei a passear a “burra” por terras como o Bofinho, Almoster, Ariques, entre outras, pelo caminho e só por curiosidade aquando da minha passagem pelo Bofinho quase que fui obrigado por um pastor a subir ao “queixo”, para quem não sabe este é o nome que alguma malta minha conhecida dá ao topo da serra de Alvaiázere, é uma subida e tanto, hoje não estava com disposição para grandes transpirações e vi-me perdido e achado numa acessa mas saudável discussão com o homem para encontrar um caminho que fiz à já muitos anos naquela zona, tenho a certeza que passei na entrada deste mas o homem insistiu que aquilo não tinha passagem e como já era cabras aos saltos por todo o lado, fiz por outro lado, também porreiro!

Terminei (quase) percorrendo os caminhos de S.Tiago até Ansião, depois foi sempre a rolar até casa junto ao Nabão, Ramalhais e casa.

Belíssima manhã de btt. Fiquem-se com as fotos:

Strava:

Olho do Tordo

Este Sábado como de costume foi tarde de BTT com os BTTralhos, saímos por volta das 14:30 como de costume e fomos até à nascente do rio Tordo. Como sempre demorei a meter os reactores com gás, mas passado a primeira hora comecei a sentir-me bastante melhor. A volta contabilizou uns 55Klms, estou a começar a ganhar forma de novo, senti-me bastante menos empenado e a conseguir por várias vezes juntar-me ao grupo da frente.

Hoje, Domingo, optei por uma volta bastante mais suave pela Sicó, tudo nas calmas, sem stress e deu para encontrar alguns amigos pela serra fora, conhecer uns novos trilhos que andam a abrir e trocar impressões.

1515481_1707926739433156_1621556304_n

10808607_341889989305043_1062582697_n

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén