Etiqueta: vermoil (Page 2 of 2)

Vale do Poio, Redinha – “O Vale Encantado”

Magnífica tarde de BTT hoje!

Meti na cabeça que o destino seria o Vale do Poio na Redinha. Saí de casa logo após o almoço, pelas 13:00 horas. Pus-me a caminho de Pombal junto à linha de comboio, de seguida a Pombal apanhei a estrada principal de alcatrão em direcção a Pousadas Vedras, já aqui em Pousadas Vedras começou o divertimento, fiz direcção pela serra e trilhos ao “Poio Velho”, e foi no fim do último trilho, no vale, que apanhei um trilho novo (pelo menos para mim), este fez parte do Trail de Pombal do último Domingo. Era uma verdadeira parede assim à primeira vista, fiz-me a ele a pé e passados poucos metros começaram a surgir desde logo mais opções (bifurcações), anda pessoal a abrir um trilho enorme desde o vale até à Cabeça da Corte (GR26), evita-se desta forma o “estradão” antigo até lá acima! Tive de o fazer a pé, aquilo é uma parede e muito técnico, mas para descer é um mimo! Muito bom. 🙂

Já na Cabeça da Corte fiz direcção ao que me propus, ir ao Vale do Poio (Novo), já fazia uns bons meses que não dava um salto lá, é mesmo um lugar espectacular, para mais aqui tão perto. Um lanche rápido, paisagem contemplada, ambiente calmo como é característico e fiz o regresso a casa!

Foram apenas 50Klm’s mas que valeram a pena, curioso que em Anços, já de regresso, vi a média, ia com 13,8Km/h! Fartei-me de andar a pé no Poio Velho, mas valeu bem a pena! 😉

Fotos:

Strava:

A Fuga

btt

No próximo dia 2 de Maio realiza-se em Vermoil A 7ª Edição do Desafio BTTralhos, este ano denominado “As Conquistas de D.Quixote”. Este Sábado foi dia dos últimos preparativos tendo a tarde sido reservada para marcar em GPS a fuga, do Rabaçal até Vermoil. Como sempre juntámo-nos em casa do “Zé Peixeiro”, apareceram 12 BTTralhos para o serviço!

O início como de costume foi a rolar até Pombal, junto à linha do comboio, em Pombal havia ainda mais pessoal para se juntar ao grupo, e foi logo em Pombal que tivemos a primeira ameaça de chuva, após 2 minutos resguardados esta lá abrandou e seguimos caminho, direcção Serra do Sicó.

A ideia era seguir até ao Rabaçal pelo caminho mais rápido, depois para cá iriamos fazer na íntegra o percurso que fará parte da fuga no Desafio, para isso seguimos por alcatrão até Pousadas Vedras, o grupo aqui ia num ritmo elevado e estava a custar-me imenso acompanhar, basicamente fui sempre a fazer de vassoura de mim prório até Pousadas Vedras, mas o maior problema ainda estava para vir, já em Pousadas Vedras dizeram-me que seria para subir em direcção ao Sabugueiro, subida essa que já não fazia à anos, é durinha como tudo. Nesta e logo nos primeiros metros vi o pessoal fugir, tendo eu ficado completamente pregado às pernas logo no início, estava em dia não, mas com calma e sem me chatear muito lá fui seguindo ao meu ritmo, o possível. Após o drama da subida e já no topo hidratei um pouco e conhecendo o caminho bem até ao Rabaçal desde ali, subi bastante a moral, tendo a partir daqui conseguido acompanhar o ritmo do grupo, nesta fase já tinha baixado e lá fui acompanhando com maior ou menor dificuldade. Daqui (após o Sabugueiro) seguimos em direcção às Malhadas, zona das quatro lagos e Chanca, nesta fase era tudo bastante mais rolante com o topo aqui e ali mas nada de grave.

A chegada ao Rabaçal foi feita pela Chanca, pelo lado do parapente, a descida estava impossível para mim, pedra muito molhada, eu sem pneu à frente, fiz basicamente tudo a pé, dada a ameaça logo inicial de queda, não quis arriscar, fui a penantes!

Já no Rabaçal e após um reforço rápido num café, era altura de nos fazer-mos ao que fomos, marcar a fuga do Desafio desde ali. O caminho em si é o mais fácil possível de se fazer, não me vou alongar muito acerca deste, quem quiser que venha ver 🙂 .

Do regresso fica apenas o registo e nesta fase sim, uma grande, enorme, chuvada, já nem me chateava com as poças de água, era por onde calhasse, era chuva, chuva e mais chuva. Foi assim praticamente sempre até ao Sabugueiro.

O que posso dizer mais? Dia 2 de Maio apareçam por Vermoil para passarem aquele que será certamente um grande dia de BTT, o pessoal do BTTralhos está super motivado com esta edição, valerá mesmo a pena.

Sabe tudo em: http://bttralhos.blogspot.com

Até Sábado!

Rumaria à praia da Vieira, Leiria

Este Sábado como de costume foi dia de btt, o objectivo principal seria chegar à praia da Vieira, depois o regresso logo se via. Partimos três artistas e uma artista, quatro no total, chega bem! Partimos das Meirinhas, aldeia mesmo aqui ao lado de Vermoil, a minha localidade (que também é aldeia).

A ideia para lá era apanhar na zona da Carreira, perto de Monte Real, a margem do rio Liz e seguir por ele abaixo até à praia da Vieira, assim sendo fizemos bastante alcatrão até aqui, eu até estava num dia que nem me apetecia aquele btt duro do costume, sabia que me iria saber bem esta volta mais por alcatrão e rolante.

Ao pedalar junto das margens do rio Liz apercebi-me ou pareceu-me que este contínua bastante poluído, não que as margens estejam sujas, mas o rio em si, este contínua a apresentar uma tonalidade bastante castanha e turva, cor que não me parece muito normal para um rio saudável, nesse aspecto fiquei bastante desiludido. No entanto, nem tudo era mau, na zona de Monte Real existem campos enormes nas margens deste rio, de cultivo, no geral pareceu-me tudo meio abandonado, mas a erva verdinha e rasteira nestes e a sua enorme extensão até davam um ar de graça à desgraça, sério…!

rio liz

Os quilómetros iam passando até que se chegou ao grande objectivo da volta, a praia da Vieira. Aqui deu-se um salto até quase ao final do paredão das margens do rio Liz, foi altura de várias fotos para registo e “vaidade” 🙂 Após um rápido café e dois dedos de conversa seguimos para a praia do Pedrogão, aqui não houve paragens nem fotos, já tínhamos definido o caminho de regresso e ainda nos faltava uma passagem pela Lagoa da Ervedeira, aqui já na lagoa deram-se mais umas fotos, mais uns toques de conversa e risota e siga, direcção casa.

praia vieira

Após a passagem na lagoa seguimos em direcção ao Coimbrão, a partir daqui fizemos o caminho “normal” para casa, direcção a Monte Redondo, Bajouca, Carnide e finalmente Meirinhas. Sempre por alcatrão, com um ritmo em determinadas alturas “altito”, volta e meia o pessoal carregava!

Não foi uma tarde séria de puro btt, teve pouco de btt, mas foi uma óptima ideia, passei uma tarde a fazer o que gosto, a andar de bike, isso é o que me importa!

Strava:

BTT na Sicó, com amigos!

Hoje o dia começou mais cedo do que o habitual para um Domingo, pelo menos para mim. Não costunmo andar ao Domingo de manhã, mas hoje ouve excepção.

Por volta das 9 horas já me encontrava no ponto de encontro com mais dois companheiros para dar a nossa voltinha de BTT, pela Serra da Sicó.

Foi dia de corrr uma série de single-tracks, Sicó fora, até chegar à Aldeia do Vale. Foi mesmo uma “barrigada” de singles, como só a Sicó tem à disposição, são uns atrás dos outros, muita pedra, piso escorregadio, do melhor! Foi uma manhã 5 estrelas, muito divertida, tudo nas calmas, a aproveitar o melhor que o BTT nos pode trazer. Prazer!

Novo single e moinhos da Murzeleira

Este Sábado como habitual juntei-me aos BTtralhos para mais uma tarde de BTT. Desta vez iriamos andar à volta de Vermoil e fazer parte do percurso do último raid BTtralhos de Outubro. Juntaram-se 15 elementos, cada vez aparece mais gente para andar e cada vez mais o grupo se vai tornando maior!

Além da visita aos moinhos na Murzeleira o grande objectivo seria experimentar e inaugurar um single-track que dois amigos andam a abrir na Freguesia de S.Tiago de Litém. Após algumas fotos nos moinhos seguimos para o tal single novo de “N” quilómetros, pelo meio ainda deu para me mandar ao chão lol!

Valeu bem a pena as subidas até ao início do novo single, é claramente o single mais comprido por meio de pinhais na nossa zona, praticamente sempre a descer salvo alguns cumes pequenos aqui e ali. Certamente irá fazer parte do Raid de 2015 em Outubro pelos BTtralhos!

Mais uma bela tarde de Sábado!

20150124_165119

Por Serra de Sicó

O fim-de-semana não era o ideal para ir pedalar, muita festa de anos no Sábado, logo, em vez de bikes, festas! Também faz parte…

Hoje, Domingo, tinha programado levantar-me cedo e ir pedalar aqui pela zona, no entanto não estava capaz de me levantar, estava um frio enorme e a preguiça também não ajudou, fiquei assim de manhã mais tempo na cama. À tarde e depois de almoço já não havia mais desculpas, assim peguei na Look e fui até à Serra de Sicó aqui bem pertinho, não há muito a contar da volta, como tal deixo-vos as poucas fotos que fiz.

Foram 40Klm’s +/- nas calmas e sem stress só para o aliviar 🙂

Em busca da melhor forma!

Este fim-de-semana ficou marcado por duas voltas distintas. Sábado juntei-me aos meus amigos BTTralhos no sítio do costume. Fomos fazer o percurso do Raid BTTralhos que se realizará dia 26 de Outubro em Vermoil. Comecei francamente mal, muito preso ao início, acabei por ser como já esperava aliás, o elo mais fraco do grupo. À medida que o tempo passava fui recuperando, mas sempre na cauda do grupo. O percurso em sim parece-me bastante bem conseguido, terá à volta 42Klm’s na totalidade, não fiz tudo, rendi-me ao Klm 30, mas sei por experiência que é tudo uma questão de tempo e treino para conseguir voltar à melhor forma possível. Gostei!

10361267_700526973366327_2767539291810643795_n

Para Domingo tinha previsto uma volta ligeira, em bicicleta de BTT mas por estrada para a tarde. Acordei relativamente cedo e acabei por fazer a volta logo pela manhã. Não há muito a contar, fiz um treino em ritmo baixo sem grandes arranques ou disparos. Tudo nas calmas como tem de ser nesta fase. Acabei com 20Klm’s, esperava fazer mais mas assim não aconteceu.

10492138_700841996668158_1074263382447108001_n

VIII Raid / Passeio Btt “Rota do Ouriço” Bodo das Castanhas Vermoil 2014

A3

Vermoil (minha terra) vai receber dia 26 de Outubro 2014 mais uma edição do seu passeio de BTT por altura do Bodo das Castanhas. A grande novidade deste ano será a inclusão no evento do Raid, este terá como manda a lei classificações e prémios por escalões. O Raid contará com um percurso de 50Km +/- enquanto que o passeio se ficará pelos 25Km.

A organização estará a cargo do Bttralhos, poderão encontrar as inscrições e o que mais no site em http://bttralhos.blogspot.com

Page 2 of 2

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén